Paisagismo: Flores miúdas para jardim

Imagem

O arbusto orelha-de-onça tem comportamento ideal para o uso como cerca viva ou em maciços. Floresce no verão e precisa de sol pleno.

Imagem

A espécie rústica flor-leopardo se adapta facilmente a todas as regiões do país. pede sol pleno, mas tolera meia-sombra. Pode atingir até 1 m de altura e floresce em todas as estações

Imagem

A floração da azulzinha segue por todo o ano e ela pode ser cultivada a pleno sol ou à meia-sombra, mas não suporta temperaturas muito baixas. Não resiste a pisoteios

Imagem

A triális é ideal para quem procura uma planta de baixa manutenção e com floração o ano todo. Pode chegar a 2 m de altura, por isso funciona bem como cerca viva.

Imagem

Com forte perfume de mel, a alisso gosta de pleno sol em clima frio e meia-sombra, em locais mais quentes. Floresce no verão. É usada em forrações ou maciços.

Imagem

A penta exige poucos cuidados, mas gosta de sol pleno. É perfeita para a formação de maciços e bordaduras. Suas flores, quase permanentes, atraem beija-flores e borboletas.

Imagem

A floração abundante da margaridinha se estende por todo o ano, em climas quentes. Ótima escolha para jardins de praia, porque aguenta ventos fortes, sol pleno e solo salino.

Imagem

Apesar de gostar de sol, a torênia prefere temperaturas amenas. Além de branco, rosa, roxo e vermelho, é encontrada nos tons azul e amarelo. serve como forração ou como planta pendente.

Imagem

Como o nome indica, as flores da rosinha-de-sol só abrem com a presença de sol, embora resista à meia-sombra. Excelente para forração, inclusive em vasos suspensos.

Imagem

Os cachos da flor-de-cera surgem entre a primavera e o verão. É uma trepadeira que necessita de suportes para se fixar. Gosta de meia-sombra.

Imagem

As flores da falsa-érica – que nascem brancas ou lilases e, com o tempo, ficam rosa – são formadas o ano todo. Cresce à meia-sombra ou a pleno sol, principalmente, como forração.

Imagem

A tagetes é uma opção para compor maciços e bordaduras no jardim, a pleno sol. Floresce entre a primavera e o verão. As formigas não a toleram, por isso serve como repelente.

Imagem

Bastante aplicada como forração, a perpétua resiste ao frio e ao calor intenso e apresenta floração durante todo o ano. É cultivada para a produção de flores secas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s